Copenhagen

Copenhague passou por uma forte transformação cultural que a colocou na lista dos destinos culturais e artísticos mais procurados, junto Amsterdam e Barcelona. Este crescimento no âmbito cultural é resultado de investimentos pesados na melhoria da infraestrutura e na cultura dinamarquesa, além da valorização dos arquitetos dinamarqueses na arquitetura mundial. A cidade de Copenhague possui uma grande variedade de museus a nível internacional. O Museu Nacional de Arte da Dinamarca também é destacado no âmbito de história da arte e abriga obras nacionais e internacionais que datam desde o início do século XII. O Museu Louisiana de Arte Moderna é o museu de arte mais visitado na Dinamarca, com uma extensa coleção permanente de arte moderna e contemporânea. O museu também é reconhecido como um marco na arquitetura moderna dinamarquesa.

Passeios para castelos como o Frederiksborg, Kronborg e Rosenborg nos arredores da cidade também são imperdíveis.

Onde Ficar

CopenhagenEuropaFicar

D’Anglaterre

Website

Inaugurado em 1755 o D’Anglaterre é um ícone de Copenhagen no que diz respeito a luxo e elegância. Passou por uma grande reforma em 2013 para se adaptar às modernidades exigidas pelos tempos atuais sem perder suas características históricas. Excelente localização e serviço nota dez!

CopenhagenEuropaFicar

Marriott

Website

Vista maravilhosa de frente para o canal. Quarto confortável e banheiro também. Ótimo café da manha.

A localização do hotel exige uns 15 minutos a pé para se chegar aos pontos interessantes da cidade. Como é um hotel grande com grande movimento de grupos, a atenção do staff é um tanto impessoal.

Onde Comer

O Que Fazer

CopenhagenEuropaFazer

Christiania

Eu nunca tinha ouvido falar desse bairro que existe em Copenhagen desde os anos 1970. Uma das coisas mais interessantes para ver na cidade, Christiania é uma comunidade independente onde vivem cerca de 850 pessoas.

A antiga área de base militar abandonada foi ocupada em 1971 por milhares anarquistas, hippies, artistas e músicos como forma de protesto ao governo dinamarquês. Os primeiros ocupantes tinham como ideal comum a rejeição a certos valores morais e convenções sociais e principalmente aos ideais capitalistas que assolaram a Europa após a Segunda Guerra Mundial.

Os atuais moradores de Christiania consideram-se como moradores de uma cidade livre, administrativamente independente das autoridades nacionais. Vale conhecer!

CopenhagenEuropaFazer

Nyhavn

A clássica imagem dos canais de Copenhague, com casinhas coloridas enfileiradas, é o melhor retrato da região de Nyhavn. Até os anos 70 foi uma área de comércio pouco nobre. A boemia decadente deu seu lugar a charmosas lojinhas, restaurantes e bares que atraem locais e turistas ara um drinque fim da tarde, especialmente no verão. O Canal de Nyhavn acaba na Praça Kongens Nytorv, onde há aglomeração de artistas e comerciantes na rua.

CopenhagenEuropaFazer

Parque Dyrehaven

Antes de chegar, pela rua das praias, do lado tem um parque Dyrehaven. Nesta rua também está aberta como museu a casa de Isak Dinesen, pseudônimo de Karen Blikxen, do livro Out of África – a fazenda africana. Ela inclusive foi a última pessoa enterrada em seu jardim na Dinamarca.