Berlim

A cidade de Berlim em mais de 4 milhões de habitantes e é a única na Europa que não “fecha” nunca. 24 horas por dia, todos os dias toda semana, todos os sistemas de transporte estão disponíveis. As ruas são perfeitamente asfaltadas, os ônibus chegam pontualmente nos horários e são sincronizados com o metrô. Tudo funciona perfeitamente.

Apesar de seu passado histórico, Berlim está ganhando uma nova cara. As antigas formas sólidas estão recebendo, aos poucos, tons de modernidade e transparência, muita transparência. São as “torres de vidro”, surgindo por toda a cidade nítidas em Potsdamer Platz, bairro da ex-Berlim oriental, por exemplo, que há sete ou oito anos não passava de um pedaço de terra vazio e abandonado.

Após a queda do Muro, a cidade se modernizou, mas sem esquecer sua história. Partes do muro e dos tempos de guerra fria ainda estão fincadas e o bunker onde Hitler ficou nos últimos dias de guerra pode ser visitado. Museus como o Jewish Museum e o campo de concentração de Sachsenhausen estão entre as outras atrações para quem quer saber mais um pouco dessa parte importante da história.

Vá entre os meses de maio e outubro, quando a temperatura da cidade está agradável.

Onde Ficar

BerlimEuropaFicar

Adlon Kempinsky

Website

É ótimo com um super café da manhã que serve de almoço. Fica em frente a Porta de Brandenburgo e você faz toda aquela redondeza a pé! É possível alugar uma bike no próprio hotel e pedalar pela cidade, ilha dos museus, igrejas, zoo. Os quartos são bem amplos. O Adlon é reconhecidamente um dos melhores de Berlin e por isso é bem mais caro.

Onde Comer

BerlimComerEuropa

Katz Orange

Website

Fica num lindíssimo pátio interno de um prédio residencial, no Mitte, por isso é bom manter a voz baixa. Abre somente para jantar e os preços são um pouco acima da media de Berlim, ou seja, espere gastar entre 40 e 50 euros por pessoa, com bebida alcoólica. Vale pela comida e o ambiente.

O Que Fazer

BerlimEuropaFazer

Bike

Cidade plana, de edifícios baixos, quase todos de 6 andares. Berlim foi feita para caminhar ou andar de bike. Alugue uma e não tenha receio. Todos respeitam e nenhum motorista vai se atirar sobre você. Ciclovias cruzam a cidade tornando o passeio absolutamente seguro.

BerlimEuropaFazer

Campos de Concentração Sachsenhausen

As explicações são mais interessantes que o local em si, então vale a pena fazer com um guia ou uma empresa (como a Insiders Tours).  O antigo campo de concentração virou um memorial, mas manteve boa parte de sua estrutura original. Triste e emocionante.

BerlimEuropaFazer

Guias

• O Germinal fala português e conhece muito de Berlim.
Germinal: germinal@nexgo.de

• O Luis é um apaixonado por história e conhece cada esquina da cidade! Recomendo.
Luis Fernando Diniz Silla Carvalho: +55 48 9164 5174 ou dinizsilla@gmail.com

• A Lucia fala espanhol, entende tudo de arte e tem um jeito fácil de explicar.
Lucia Calvo Mandez
: lucalvo20002@yahoo.de
+ 493054498877 / + 4915117826833

• O Thomas fala português e é ótimo para organizar tours.
Thomas Richarz: +491634798070 / thomas.richarz@gmx.de

BerlimEuropaFazer

Ilha dos Museus

Por lá estão alguns dos mais importantes museus alemães: o Altes; o Neues o Bode; e a Alte Nationalgalerie. Neles encontram-se peças da antiguidade clássica, arte egípcia, bizantina, pinturas nacionais dos séculos 19 e 20.

BerlimEuropaFazer

Jewish Museum

Os judeus vivem na Alemanha desde 2000 anos. Com a exceção do regime de Adolf Hitler, as relações foram pacíficas. É muito interessante para entender a complexa história dos judeus na Alemanha e na Europa. A arquitetura em si, do arquiteto Daniel Liverkynd, já vale o passeio.

BerlimEuropaFazer

Kreuzberg

O bairro jovem e alternativo de Berlim continua igual. Muitos estrangeiros, muita música, muitos artistas, muitos turcos e a busca incessante pela preservação da boa qualidade de vida. Um bairro que está em moda onde todas as manifestações artísticas são bem recebidas.

BerlimEuropaFazer

Mercado de Pulgas

Turistas, locais, famílias e hippies se encontram aos domingos no Mauerpark, onde acontece um dos maiores Flohmarkt da cidade. O mercado não fica dentro do parque, mas ao lado dele. No parque acontece um karaoke ao vivo que é a coisa mais hilária do mundo.

BerlimEuropaFazer

Muro de Berlim

O maior dos símbolos por décadas, o muro de 165 km que rodeava Berlim por inteiro, tornando-a prisioneira, durou 28 anos. Caiu em 1989. Quem conheceu o chamado lado oriental nos tempos do muro assombra-se hoje. O que era sombrio, triste, com marcas da guerra nas paredes tornou-se uma região iluminada, colorida, maluca, repleta de restaurantes 5*, bistrôs, pubs descolados, galerias de arte, lojas de grife e multidões nas ruas.

BerlimEuropaFazer

Potsdam

Potsdam é a Versalhes de Berlim. Considerada patrimônio histórico mundial pela Unesco, seu símbolo mais conhecido é Sanssouci, o enorme parque criado por Frederico, o Grande. Atravesse a ponte a partir da estação para chegar à Cidade Antiga, e comece pela Nikolaikirche e a Altes Rathaus. O castelo Stadtschloss marca o centro da cidade. O quarteirão barroco é cercado pelas ruas Schabertohauerstrasse, Hegelallee, Hebbelstrasse e Charlottenstrasse. Algumas das casas mais impressionantes localizam-se na Gutenbergstrasse e na Brandenburger Strasse, calçadão de compras de Potsdam. Três portões barrocos – Nauener Tor, Jäger Tor e Brandenburger Tor – ficam nos lados norte e oeste do quarteirão. A nordeste da Nikolaikirche fica o Holländisches Viertel (o quarteirão holandês). O grande Parque Sanssouci estende-se na parte oeste da cidade. A nordeste do centro fica outro grande parque, o Neuer Garten, com o Schloss Cecilienhof em seu extremo norte.