Conheça Fez, a capital religiosa do Marrocos

Fez é a mais antiga das cidades imperiais e o centro nevrálgico do Marrocos. É também considerada a capital religiosa do país.

A cidade está dividida em três zonas, sendo elas: Fès el-Jdid, onde está o Mellah bairro judeu; a Ville Nouvelle, zona francesa e boa para comprar, (pois os produtos têm os preços indicados e não precisa pechinchar); e Fez el-Bali, a medina, zona antiga situada dentro das muralhas que é a declarada patrimônio pela Unesco.

Espalhada por uma área de 350 hectares, a “Medina”, ou a cidade velha, abriga nada menos que 170 mil habitantes, 25 mil casas, 250 mesquitas e milhares de estabelecimentos comerciais, tudo amontoado em quase 10 mil apertadas vielas, e ainda preserva suas características, adquiridas há mais de mil anos, de polo comercial, religioso e artístico do norte da África. A Medina de Fez é Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e existe desde o século VIII, destacando-se pela maior área de pedestres do mundo.

De fato, ao dar o primeiro passo para dentro da “Medina”, o visitante se sente transportado para o final do século 8 d.C., quando Idris 1º, fundador da primeira dinastia imperial do Marrocos, resolveu construir a cidade. Nas apertadas vielas locais, milhares de homens barbudos, mulheres de véu, crianças correndo e burros carregados com especiarias circulam entre tendas que comercializam o suprassumo da produção oriental. Nela você encontrará de tudo.

É lá que está o bairro dos curtidores, de deixar qualquer gambá no chinelo. Prepare-se para ter sua plantinha de menta em mãos, ou melhor, no nariz e aspirá-la ao máximo para suportar os odores que exalam. Tem também um concorrido setor gastronômico: em suas tendas são vendidos galinhas e galos vivos, caramujos (usados na culinária local) e especiarias das mais diversas colorações.

É nessa área em que o turista pode encontrar o famoso óleo de argan, produto muito usado em tratamentos de beleza do cabelo, e carne de dromedário, cujo quilo custa apenas 35 dirhams (cerca de R$ 10). Enfim um lugar para passar pelo menos metade de um dia, se quiser ter uma pequena ideia de tudo o que acontece por lá.

Quando for ao Marrocos não perca a visita a esse lugar incrível!

Parceiros